terça-feira, 19 de abril de 2005

oh si.. a mi m'encanta..

Gosto de ser europeia. Gosto de viajar levando como identificação somente a carta de condução. Gosto de não ter fronteiras, nem guardas a revistarem os carros e os vistos. Gosto de não precisar de fazer contas para saber quanto custa uma Coca-Cola lá fora em moeda nacional.



Começo a gostar mais dos espanhóis. Deve ser aquilo que o meu pai diz do vinho e do fado: "o gosto vem com a idade" (ele também diz isto do whisky, mas aí não me convence.. é como a história de que "se aprende a gostar de cerveja".. sim sim.. está bem está..!).
Já gostava de tapas, calamares e paella. Desta vez gostei das traduções dos filmes (dobragens espanholas, um clássico!), das bandeirinhas de Portugal e Espanha lado a lado no banco do engraxador e de saber que algures em Madrid, existe uma residência feminina nova, na Praça da Princesa, junto ao Sol. Será que aceitam portuguesas?


PS - acho que os meus pais (principalmente ele) criaram uma relação demasiado íntima com a senhora do GPS. Não acho isso muito saudável! Não sabem o nome dela e nunca sequer lhe viram a cara, mas foram toda a viagem a falar e a rir com ela. Eu, no banco de trás, era quase invisível! Ela pareceu-me um pouco cheia de si. Espanhola (tinha de ser!), monocórdica, fala baixo só para que todos se calem para a ouvir, só sabe dar ordens e reage muito mal quando não fazem o que ela manda. Eu estava lá e vi.. Fez uma senhora birra de silêncio absoluto só porque virámos à esquerda e não à direita, como ela queria! Nós ainda tentámos remediar a situação e fazer umas piadas, mas nem assim ela cedeu. A cento e tal quilómetros de casa, eles os três lá fizeram as pazes e voltaram às conversas e piadas. Eu não acho isso muito saudável!

3 inputs:

esquizoide disse...

lol! magnifico... :)

João Martinho disse...

adoro o teu estilo de escrita! :)

Eo disse...

lol
até no gps os espanhóis são temperamentais... eheh