sábado, 14 de agosto de 2010

Afeta-me!

Não consigo superar o trauma e desgosto por os principais periódicos portugueses terem aderido ao novo acordo ortográfico. São facadas no meu coração..

2 inputs:

Speedy disse...

compreendo-te e sinto na pele. qualquer dia tenho de começar a escrever também segundo o acordo. Mas também tens de concordar que todas as línguas evoluem... e o acordo não envolve assim tantas mudanças.

mir disse...

Concordo. Aliás, sinto-me um pouco "velho do restelo" ao pensar que daqui por uns anos estarei a escrever como hoje e serei vista pelos mais novos como a "velha que ainda escreve assim". Mas julgo que as poucas mudanças que introduz são significativas por mexerem naquilo que considero ser a essência da escrita da língua portuguesa de Portugal. E isso mais a minha magnífica teimosia fazem com que nunca o aceite :P