terça-feira, 23 de outubro de 2007

Isola

Há dias em que acho, honestamente, que estou a ficar maluca. Noutros penso simplesmente que sou diferente do "normal" e que não tenho de me sentir mal com isso. Há certos padrões de "normalidade" que não me fazem qualquer sentido. Há certas atitudes ou comportamentos "normais" que me são tudo menos isso.
Não entendo porque é que a sociedade nos formata a todos para termos o mesmo tipo de comportamento em determinadas situações. Há situações em que a minha reacção é completamente diferente das restantes pessoas com quem falo. Será errado? Será assim tão anormal? E são estas dúvidas que mais cedo ou mais tarde me levam a comportar-me como todos os outros, para que não notem a diferença, para que não me achem estranha. Mas há dias em que me apetecia mesmo ser capaz de não ligar a isso e fazer exactamente o que me apetece.
Talvez um dia fale disto com mais pormenor. Talvez um dia faça mesmo o que me apetece.
Talvez... porque a minha vida é tudo menos uma certeza.

3 inputs:

inywinie disse...

bem... já pensei que era maluca, para chegar à conclusão que não era, passei por várias "coisas" que não te vou recomendar porque sou tua amiga e mais que isso, gosto de ti.
revê (se não viste és um ovo podre, mas um ovo podre que vai ver) o "adaptation" ;)

underdog disse...

e eu, depois de chamar ovo podre a tanta gente por tanto motivo idiota, palerma até, lá tenho moral p ser ovo podre?! claro que vi.. até o comprei.. ;)

Anónimo disse...

Conheço um livro que és capaz de gostar. Chama-se " Liberdade, a coragem de ser genuíno" de autor Osho. Editora Pergaminho.
Fala da liberdade espiritual, que todos nós queremos alcançar, mas poucos têm a verdadeira coragem de praticar...eu acho que tu tens essa coragem e és genuína. Os outros que se lixem, porque esses não têm coragem de ser leais a si mesmos.
Um beijo amigo :)