sábado, 24 de junho de 2006

1915


Stop all the clocks, cut off the telephone,
Prevent the dog from barking with a juicy bone,
Silence the pianos and with muffled drum
Bring out the coffin, let the mourners come.
Let aeroplanes circle moaning overhead

Scribbling on the sky the message He Is Dead,
Put crepe bows round the white necks of the public doves,
Let the traffic policemen wear black cotton gloves.

Às vezes, só o silêncio serve. Este blog está de luto nos próximos 7 dias.
Permitam-me que chore no escuro e assim talvez consiga dizer adeus.

5 inputs:

Náná disse...

Auden... Que descrição perfeita... Acho que só te posso mandar um beijo. Em silêncio.

cosmikbuda disse...

sem saber como aqui estou a ver o teu blog; interesting for a human girl.

Anónimo disse...

Em silencio e triste por nao ter podido darte um abraço e um beijinho... Sofri e sofro contigo... Embora a "alguns" klms de distancia...

Anónimo disse...

então ele disse:
- é tempo de continuar o nosso
caminho...

*

cr disse...

De facto, também em silêncio se diz muito. Acompanhando-te no sentimento e no silêncio, um beijo.
cr