terça-feira, 10 de janeiro de 2006

wondering..

Há dias em que tudo corre mal..

E depois ponho-me a pensar: é suposto render-me às evidências e perceber que não vale de nada continuar a bater insistentemente na mesma tecla se o resultado é sempre o mesmo? Ou é suposto ser perseverante e lutar até conseguir chegar onde quero? Como é que se sabe quando é altura de baixar os braços e reconhecer a limitação? Como é que se sabe quando é a altura de ir buscar forças onde quer que seja e não desistir até conseguir?

Às vezes sinto que precisava de um livro de instruções..

5 inputs:

Anónimo disse...

"síndrome da repetição"...
May the Force be with you e a mim não me desampare!
Pareces-me uma miúda e tanto...
Adorei voltar a ver a 2pipi da meias altas", hum, re-inventada aqui é claro...há tanto tempo q não me lembrava dela...
ah, e o bom gosto musical q perdure pq há coisas q devem continuar na mesma...

see you around

LostSoul disse...

Não vou ser eu a servir-te de grande ajuda, porque tenho vivido constantemente com mesma dúvida. Ultimamente tenho optado por não gastar energias a lutar por coisas que imagino estarem para além das minhas capacidades... não sem que, também a mim, me pareça muitas das vezes que devia lutar até cair, se o objectivo é assim tão importante.
Acho que não nos deram livrinho porque acharam que o "espírito da coisa", viver, é mesmo conseguirmos ser nós a discernir qual a melhor atitude a tomar em cada situação. Também acho que, caso existisse livro e à semelhança do agora obrigatório livro de reclamações, esgotaria nos primeiros segundos e muitos de nós ficaríamos sem "instruções".. Assim optaram por nos deixar todos em pé de igualdade..

MPR disse...

Parecendo banal lembro-me sempre do provérbio chinês "Que eu tenha a força para lutar contra as coisas que posso mudar, a serenidade para aceitar aquelas que não posso e a sabedoria para conhecer a diferença"

Mas livro de instruções... isso não traz, tens que o ir escrevendo...

Thiago disse...

se entretanto encontrares o dito livro, não te esqueças de mim :_)

um beijinho

esquizoide disse...

:) luta-se enquanto se tem força e desejo de o fazer... se a tua meta tem obstáculos pelo meio, lutas até os ultrapassares... se os obstáculos estão num caminho que n sentes como teu, entao deixa-os estar...

é a tal sabedoria de que fala o MPR, aqui em versão "faz o q eu digo" :P