quinta-feira, 16 de junho de 2005

Terceiro Mundo é:

. Chegar às 8h20 para a consulta das 8h30 e ficar a saber, através da senhora de raízes pintadas de preto e cabelo naturalmente loiro (será requisito obrigatório para recepcionistas, empregadas de balcão e afins?!), sentada por detrás do balcão de onde não tira os olhos nem para estabelecer comunicação visual com as pessoas que está a atender, que a ordem de chamada “é como o sô dotôr quiser”

. Saber pela mesma senhora das raízes pintadas que tenho de ir esperar “ali no corredor”, quando nele se encontram dezenas de consultórios de atendimento, sem qualquer distinção entre eles, e não faço ideia de para onde serei chamada

. Ser chamada uma hora depois de ter chegado e ser atendida por um médico que nem se dá ao trabalho de dizer ao paciente aquilo que lhe acaba de diagnosticar

. Ver a consulta interrompida pelo jovem que estava a ser atendido simultaneamente por este mesmo médico, ainda que “educadamente” na sala do lado

. Ver a consulta novamente interrompida pela assistente que traz uma pasta ao sô dotôr

. Ser despachada pelo médico como quem vacina gado e ainda ter de lhe agradecer o tempo dispensado

. Ser obrigada a perguntar ao médico o diagnóstico (já que parece que é mesmo segredo)

. Não ouvir sequer um “Bom dia” do doutor na despedida, porque ele se agarrou imediatamente ao telefone

. Voltar ao guiché da senhora de raízes pintadas para voltar a levar ordens e saber que “agora é só esperar!

Terceiro mundo é pagar impostos para ter direito a serviços básicos como a Saúde, e ainda ter de pagar aos privados quando se quer ser tratado como um ser humano. Terceiro mundo é estar tudo na mesma há anos e não se vislumbrarem mudanças. Terceiro mundo é o conformismo de toda esta gente.

Sim, passo-me com os serviços públicos deste país!

3 inputs:

O Puto disse...

Não és a única. Já é um apanágio dos serviços públicos de Saúde. Até dá a impressão que é propositado para que sejamos obrigados a recorrer ao sector privado.
E só esperaste uma hora. Sortuda!

alchemist disse...

Mas sempre te disse o diagnóstico, ou ficaste na mesma?
[sim, é a primeira vez. Gostei do nome... ;-)]

pitseleh disse...

sim.. antes de me despachar lá fez o grande favor de me dizer o q diagnosticou.. louvada seja a sua prontidão.. ...